Ajovy (fremanezumabe) pelo plano de saúde Unimed? Entenda!

Ajovy (fremanezumabe) pelo plano de saúde Unimed? Entenda!

A negativa de cobertura para o medicamento Ajovy (fremanezumabe) pelo plano de saúde Unimed é considerada ilegal e abusiva pela Justiça. A lei determina que todo medicamento que possui registro na Anvisa, como esse, seja custeado pelos planos de saúde.

 

“A lei determina que todo medicamento com registro sanitário na Anvisa deve ser fornecido a você pelo plano de saúde”, informa o advogado Elton Fernandes, especialista em Direito da Saúde.

 

Sendo assim, caso o seu plano de saúde negue a cobertura de Ajovy 225 mg, saiba que é possível mover uma ação judicial com pedido de liminar para que, rapidamente, a operadora de saúde seja obrigada a custear o medicamento prescrito.

 

  • O que diz a Justiça sobre a cobertura e o rol da ANS?
  • Como agir após a negativa de cobertura do plano de saúde?
  • Quanto tempo até que a cobertura seja determinada?

 

Para sobre cobertura de fremanezumabe pelo plano de saúde, clique no botão abaixo e continue a leitura deste artigo, com as explicações do advogado especialista em plano de saúde e liminares Elton Fernandes!

Continuar Lendo

 

O fremanezumabe está fora do rol da ANS. A cobertura pode ser negada pela Unimed?

Não, a cobertura não pode ser negada. O custeio de Ajovy (fremanezumabe) pelo plano de saúde Unimed é direito do paciente, ainda que o medicamento não faça parte do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

 

“Este medicamento tem registro sanitário na Anvisa e diz a Lei que todo medicamento registrado pela Anvisa tem cobertura obrigatória pelos planos de saúde. Mesmo fora do rol da ANS, ou então, mesmo que você não atenda o que a gente chama de Diretriz de Utilização Técnica da ANS, isso não impede que você consiga acesso ao medicamento na Justiça”, destaca Elton Fernandes, advogado especialista em Direito da Saúde.

 

É preciso entender que o rol da ANS é uma norma inferior à Lei, que determina a cobertura do medicamento. O rol da ANS e suas diretrizes correspondem ao MÍNIMO que os planos de saúde devem cobrir e não tudo o que devem custear.

 

Esse tipo de ação é muito demorado?

A finalização do processo pode até demorar algum tempo. No entanto, com um pedido de liminar a cobertura do Ajovy (fremanezumabe) pela Unimed pode ser determinada muito rapidamente, poucos dias após a abertura da ação.

 

“Não raramente, pacientes que entram com ação judicial, 5 a 7 dias depois, costumam inclusive, ter o remédio. Quando muito, 10 ou 15 dias é um prazo absolutamente razoável”, explica Elton Fernandes.

 

A liminar, também conhecida como tutela de urgência, antecipa um direito que o juiz avalia como evidente. Saiba mais detalhes sobre o que é liminar e o que acontece depois da análise da liminar assistindo ao vídeo abaixo sobre o tema:

O que é necessário para conseguir uma liminar?

Além de constar a probabilidade do direito do paciente, o juiz deve constar a urgência do caso. Sendo assim, para que a cobertura de Ajovy (fremanezumabe) pelo plano de saúde Unimed seja obrigatória em pouco tempo, tenha em mãos um relatório médico detalhado.

 

“Um bom relatório clínico é aquele que, quando você lê, vai se reconhecer e ver detalhadas as consequências que o não fornecimento do medicamento pode acarretar à sua saúde”, enfatiza o advogado Elton Fernandes.

 

O Ajovy é indicado, segundo a bula, como tratamento preventivo de enxaqueca em adultos com pelo menos quatro dias de sintoma da doença por mês. Além disso, pode ser prescrito a critério médico para outros quadros e patologias.

 

A negativa de cobertura por escrito e outros documentos como cópia do RG, CPF, carteira do plano de saúde e últimos comprovantes de pagamento da mensalidade também são importantes para o processo.

 

Em quais casos o plano de saúde deve custear Ajovy?

A cobertura de Ajovy (fremanezumabe) pela Unimed é um direito de todo paciente que apresenta prescrição médica. Ainda que seja um medicamento fora do rol da ANS, que seja de uso domiciliar ou prescrito para uso off label (fora da bula).

 

“Essa intervenção que o plano de saúde tenta fazer na conduta médica é absolutamente ilegal, prejudica o consumidor colocando em risco sua saúde e a negativa do medicamento se confunde com a negativa do próprio tratamento médico, não podendo prevalecer", explica Elton Fernandes.

 

A cobertura de medicamentos como o fremanezumabe (Ajovy), que possuem registro sanitário pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária é um direito de todo paciente e consumidor. Não tenha medo ou receio de lutar pelo seu direito!

Consulte um especialista em Direito da Saúde

Se você necessita de auxílio em casos de reajuste abusivo no plano de saúde, casos de erro médico ou odontológico, ações contra planos de saúde, SUS, seguradoras, entre outros, entre em contato com o escritório Elton Fernandes – Advocacia Especializada em Saúde.

 

Não importa se seu plano de saúde é Bradesco, Sul América, Unimed, Unimed Fesp, Unimed Seguros, Central Nacional, Cassi, Cabesp, Notredame, Intermédica, Allianz, Porto Seguro, Amil, Marítima Sompo, São Cristóvão, Prevent Senior, Hap Vida ou qualquer outro plano de saúde, pois todos têm obrigação de fornecer o medicamento.

 

Para falar com um dos nossos especialistas, você pode enviar um e-mail para [email protected]. Caso prefira, ligue para (11) 3141-0440 envie uma mensagem de Whatsapp para (11) 97751-4087 ou então mande sua mensagem abaixo.

 

Siga nossas redes sociais e saiba mais sobre Direito da Saúde:

Lonsurf coberto pela Bradesco Saúde? Veja agora!   Facebook     Lonsurf coberto pela Bradesco Saúde? Veja agora! Instagram    Lonsurf coberto pela Bradesco Saúde? Veja agora! Youtube

Acompanhe o Dr. Elton Fernandes, especialista em ações contra planos de saúde, na imprensa:

 Clique e acompanhe Elton Fernandes no programa Mulheres            Clique e acompanhe Elton Fernandes no programa Santa Receita        Clique e acompanhe Elton Fernandes na Rádio Justiça

Fale com a gente