Dupilumabe (Dupixent) tem cobertura pela NotreDame? Confira!

Dupilumabe (Dupixent) tem cobertura pela NotreDame? Confira!

 

Seu plano de saúde negou o custeio? Saiba que o medicamento dupilumabe (Dupixent) tem cobertura pela NotreDame ou por qualquer outro convênio médico. Você pode acionar o plano de saúde na Justiça para obter o direito de fornecimento do remédio, caso a custeio seja negado previamente.

 

“Seu plano de saúde é sim obrigado a custear remédio de alto custo a você. Veja, há centenas, eu poderia até dizer milhares de decisões judiciais determinando o custeio de medicamentos de alto custo a pacientes pelo plano de saúde, sem precisar se submeter às demoras do SUS”, esclarece Elton Fernandes, advogado especialista em
Direito da Saúde.

 

Utilizado no tratamento de dermatite atópica de moderada a grave, em casos cuja doença não é adequadamente controlada com tratamentos tópicos, segundo a bula, o dupilumabe (200 mg e 300 mg) é um medicamento injetável subcutâneo de alto custo.

 

Por isso, muitos pacientes necessitam do custeio desse medicamento pelo plano de saúde. E, muito embora o plano possa negar a sua solicitação pelo custo da medicação ou por ser um medicamento fora do rol da ANS, a ação judicial é o caminho mais seguro e rápido para garantir o seu tratamento o quanto antes.

 

  • O que deve ser feito para obter o medicamento?
  • Por que o medicamento tem cobertura obrigatória pelo plano?
  • Como a ação pode ser rápida?

 

Prossiga na leitura deste artigo e obtenha mais informações sobre o custeio do medicamento dupilumabe (Dupixent) pela NotreDame.

Continuar Lendo

 

O que devo fazer para obter o medicamento dupilumabe pela NotreDame?

Após a recusa pelo plano de saúde, solicite essa negativa por escrito e, de posse do relatório médico que indica o tratamento, acione o plano na Justiça com a ajuda de um advogado especialista no setor. Há diversas decisões determinando que o dupilumabe (Dupixent) tem cobertura pela NotreDame.

 

“Peça ao seu advogado especialista em plano de saúde para entrar com uma ação judicial para você, e você pode conseguir esse medicamento rapidamente já que esse tipo de ação judicial é elaborado com pedido de liminar”, orienta o advogado especialista em liminares, Elton Fernandes.

 

Veja a seguir uma decisão que mantém o deferimento da liminar (tutela de urgência):

 

Agravo de instrumento. Ação de obrigação de fazer. Plano de Saúde. Decisão que deferiu a tutela provisória de urgência para determinar que a agravante custeie o medicamento "dupilumabe" (Dupixent). Inconformismo. Descabimento. Presença dos requisitos para a concessão da tutela de urgência ao caso. Incidência das Súmulas ns. 96 e 102, desta C. Corte. Decisão mantida. Agravo improvido.

 

Havendo a comprovação da presença dos requisitos para a concessão da liminar, não há motivos para que a Justiça negue o seu pedido. Portanto, reúna todos os seus documentos e entre com a ação para obrigar a NotreDame a fornecer o dupilumabe.

 

Por que o dupilumabe tem cobertura obrigatória pela NotreDame?

O dupilumabe (Dupixent) tem cobertura pela NotreDame pelo fato de que o medicamento tem registro sanitário pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), e esse registro é o grande critério estabelecido por Lei para o custeio desse tipo de remédio.

 

“Este medicamento deve ser custeado porque todo e qualquer remédio de uso intramuscular, subcutâneo ou endovenoso tem cobertura obrigatória pela lei dos planos de saúde. O critério é: se o medicamento intramuscular, endovenoso ou subcutâneo tem registro sanitário na Anvisa, como é o caso deste medicamento, ele tem, sim, obrigação de ser fornecido pelo plano de saúde”, enfatiza Elton Fernandes.

 

Nesse sentido, não importa, por exemplo, se o medicamento está fora do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), ou que seja um medicamento de custo elevado. O valor do medicamento é irrelevante e o rol da ANS é inferior à lei, que determina o custeio.

 

Como a ação judicial pode ser rápida em exigir o custeio do dupilumabe pela NotreDame?

Para que se consiga o acesso ao dupilumabe pela NotreDame de forma rápida, o meio judicial mais eficaz é a liminar, que pode garantir o custeio do medicamento antes mesmo de o processo terminar.

 

“Uma liminar, geralmente, é apreciada pelo poder judiciário em 48 horas. [...] O juiz, ao deferir a sua liminar, ao entender que está presente uma aparência de direito e que também está presente a urgência, ele entrega o direito, ele concede a ordem judicial. E o réu terá que cumprir a ordem num prazo fixado e pelo juiz”, explica Elton Fernandes.

 

Muitas vezes, é possível conseguir o medicamento em prazos de até 15 dias. Então, entre com o pedido de liminar para garantir o seu direito ao tratamento de seu quadro de saúde o mais rápido possível. Saiba mais sobre o que é liminar e o que acontece depois da análise da liminar:

 

 

O que devo fazer para obter a liminar?

Para conseguir uma liminar é necessário comprovar a necessidade urgente e o direito de custeio pelo plano. Portanto, você deve pedir que seu médico lhe forneça um bom relatório clínico, que será usado em juízo para a comprovação do caráter emergencial do tratamento.

 

“Este bom relatório clínico vai conter as razões pela qual este medicamento pode ser útil ao seu caso, e, claro, um pouco do teu histórico de saúde e quais são as consequências que podem advir se você não realizar o tratamento com esse medicamento de alto custo”, ressalta Elton Fernandes.

 

Com isso em mãos, não há motivos para temer a ação judicial, que pode lhe garantir o dupilumabe rapidamente pela NotreDame. Se ainda não se sente seguro sobre esse custeio, fale conosco. Podemos tirar suas dúvidas e te orientar.

Consulte um especialista

Caso tenha dúvidas sobre reajuste abusivo no plano de saúde, casos de erro médico ou odontológico, ações contra planos de saúde, SUS, seguradoras, entre outros, entre em contato com a equipe jurídica do escritório Elton Fernandes – Advocacia Especializada em Saúde!

 

Não importa se seu plano de saúde é Bradesco, Sul América, Unimed, Unimed Fesp, Unimed Seguros, Central Nacional, Cassi, Cabesp, Notredame, Intermédica, Allianz, Porto Seguro, Amil, Marítima Sompo, São Cristóvão, Prevent Senior, Hap Vida ou qualquer outro plano de saúde, pois todos têm obrigação de fornecer o medicamento.

 

Para falar com um dos nossos especialistas, você pode enviar um e-mail para contato@eltonfernandes.com.br. Caso prefira, ligue para (11) 3141-0440 envie uma mensagem de Whatsapp para (11) 97751-4087 ou então mande sua mensagem abaixo.

 

Siga nossas redes sociais e saiba mais sobre Direito da Saúde:

Lonsurf coberto pela Bradesco Saúde? Veja agora!   Facebook     Lonsurf coberto pela Bradesco Saúde? Veja agora! Instagram    Lonsurf coberto pela Bradesco Saúde? Veja agora! Youtube

Acompanhe o Dr. Elton Fernandes, especialista em ações contra planos de saúde, na imprensa:

 Clique e acompanhe Elton Fernandes no programa Mulheres            Clique e acompanhe Elton Fernandes no programa Santa Receita        Clique e acompanhe Elton Fernandes na Rádio Justiça

Fale com a gente