O que fazer quando o convenio não autoriza uma cirurgia

O que fazer quando o convenio não autoriza uma cirurgia

 

Saiba o que fazer quando o convenio não autoriza uma cirurgia

A solução pode ser simples e mais rápida do que você imagina

 

Se a saúde pública vai mal, quem tem um plano de saúde atualmente também enfrenta problemas e, dentre os mais comuns está é quando o convênio não autoriza uma cirurgia prescrita pelo médico do paciente.

 

O paciente não deve desistir e nem se despesperar. Um advogado especialista em plano de saúde pode obter uma medida judicial em caráter liminar (tutela antecipada de urgência), de forma que em pouquíssimo tempo e às vezes em poucas horas, a depender da urgência, o paciente poderá ter garantido seu direito à cirurgia.

 

Este escritório, por exemplo, experiente em autorização de cirurgias que foram recusadas pelos planos de saúde, lista os principais documentos que o paciente deverá reunir para resolver seu problema:

 

1) Tenha em mãos a prescrição do médico sobre sua cirurgia, indicando os materiais que ele precisa

 

2) Peça que seu médico explique num relatório médico o porque você deve operar com urgência, qual é seu atual estado de saúde e se ele pode se agravar, por exemplo. Quanto mais didático for o documento, melhor.

 

3) Solicite que o convênio médico forneça a negativa de cobertura da cirurgia por escrito. Se não o fizerem, não perca tempo: ligue no plano de saúde de um telefone, coloque no viva-voz e com outro aparelho, grave toda a conversa com qualquer "Gravador", desses que estão presentes em quase todos os celulares mais modernos.

 

4) Obtenha cópia do contrato e o último comprovante de pagamento. Você tem direito de obter uma segunda-via, sempre. Se o plano for coletivo por adesão via Qualicorp ou qualquer outra empresa, solicite uma "Cópia do Manual do Beneficiário".

 

5) Não altere nada no seu plano de saúde e nem pague despesas antes de conversar ter orientação jurídica.

 

6) Agende seu horário com urgência e fale com advogado especialista em plano de saúde. Clique aqui.

 

Ficou com dúvidas? Não se preocupe, converse agora mesmo com advogado especialista em plano de saúde

 

Fale com a gente