Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde

Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde

 

Ainda que seja considerado um medicamento de alto custo, Elton Fernandes, especialista em Direito da Saúde, afirma o medicamento Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde aos segurados que possuem indicação de uso dessa medicação.

 

Não apenas os planos de saúde Bradesco devem fornecer o medicamento. TODOS os planos de saúde devem custear o tratamento com regorafenibe (Stivarga). Clique aqui e veja mais sobre o custeio do Stivarga pelo plano de saúde Sul América!

 

O medicamento utilizado para o tratamento do câncer retarda a disseminação das células cancerosas com a interrupção do suprimento de sangue que mantém o crescimento de tais células. No entanto, mesmo sendo essencial no tratamento contra a doença, o custeio do medicamento é, por muitas vezes, negado pelos plano de saúde.

 

“Esse medicamento, indicado para o tratamento de câncer pelo médico de sua confiança, tem cobertura obrigatória por todo e qualquer plano de saúde”, afirma o especialista em ações contra planos de saúde, Elton Fernandes.

 

Mas, com a ajuda de um advogado especialista em planos de saúde, é possível reverter essa negativa e garantir que o seu plano de saúde forneça a medicação. Para isso, é importante esclarecer:

 

  • Em que casos a Justiça condena o plano de saúde a fornecer o regorafenibe?
  • O tipo de cobertura contratual influencia na obrigatoriedade do plano de saúde?
  • Como o advogado especialista em planos de saúde pode te ajudar nesse processo?

 

Você deseja falar com um especialista? Clique no botão abaixo para continuar a leitura deste artigo preparado pelo escritório Elton Fernandes – Advocacia Especializada em Saúde e saiba mais sobre a cobertura do Stivarga!

Continuar Lendo

 

Em que situação a Justiça condena o plano de saúde Bradesco a fornecer o regorafenibe?

Sempre que há prescrição médica de um tratamento, ainda que seja um medicamento de alto custo, ou ainda que seja de uso experimental e não esteja presente no Rol de Procedimentos da Agência Nacional de Saúde, a Justiça entende que o medicamento Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde.

 

Quer saber mais sobre a cobertura de medicamentos de alto custo. Clique aqui!

 

Outro requisito que se leva em consideração, segundo o advogado especialista em planos de saúde Elton Fernandes, é o fato de o remédio estar registrado na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O regorafenibe tem esse registro desde 2015, desse modo, a cobertura deve ser garantida.

 

“O grande critério para que um paciente tenha acesso a esse medicamento é pelo plano de saúde é que o medicamento, como esse, por exemplo, tenha registro sanitário na Anvisa”, ressalta o advogado Elton Fernandes.

 

Solicitei o custeio do regorafenibe, mas foi alegado que não há cobertura contratual para esse medicamento. A Justiça condena o plano a fornecer o medicamento para o meu caso?

Sim. Não importa o tipo de contrato que você tem junto ao plano de saúde para que seja possível garantir que o Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde.  Todo contrato está submetido à lei dos planos de saúde, como afirma o advogado especialista em planos de saúde Elton Fernandes.

 

O plano de saúde não pode negar o custeio de um medicamento que foi prescrito por um médico especialista no uso legal da medicina, para o tratamento da doença pela qual o paciente foi acometido. A operadora também é obrigada a custear o tratamento cujo efeito é essencial para a manutenção da vida de seu usuário.

 

PLANO DE SAÚDE – Tratamento de câncer – Solicitação de fornecimento do medicamento Stivarga (Regorafenib) – Recusa - Restrição contratual que não merece prevalecer – Incidência do Código de Defesa do Consumidor - Ausência de cláusula contratual que exclui a cobertura da doença – Necessidade de utilização da droga no tratamento indicado - Hipótese em que não pode ser negada a cobertura de tratamento necessário para sanar os problemas de saúde de paciente cuja doença é coberta – Inteligência da Súmula 102 deste Tribunal – Jurisprudência dominante do STJ - Procedência mantida – Recurso desprovido.

 


Note que, na decisão transcrita acima, foi destacado que, se há cobertura da doença, não pode ser negada a cobertura do tratamento necessário para sanar os problemas de saúde do paciente.

 

A Justiça condena o plano de saúde Bradesco a fornecer o regorafenibe, mesmo que meu médico não seja credenciado pela operadora?

Certamente. É fundamental que o médico prescreva a medicação no seu tratamento e faça um relatório detalhado com as informações sobre seu quadro clínico, descrevendo a urgência do seu estado de saúde. Com esse relatório, é possível ingressar na Justiça com o auxílio de um advogado especialista para conseguir o custeio do regorafenibe (Stivarga).

 


AGRAVO DE INSTRUMENTO. PLANO DE SÁUDE. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER. I. Tutela de urgência. Concessão para determinar à ré o fornecimento do medicamento Regorafenibe 40 mg (Stivarga) ao autor. Irresignação. Afastamento. II. Tratamento que se mostra necessário, em princípio, à tentativa de recuperação da saúde do paciente, acometido por câncer de cólon. Incontroversa necessidade do medicamento, prescrito por profissional competente. Negativa de cobertura que se revela abusiva. Aplicação das Súmulas nº. 95 e 102 desta Corte. Precedente desta Câmara. Urgência da tutela, de outra parte, que é ínsita à natureza do provimento buscado. III. Probabilidade do direito e perigo de dano ou risco configurados. Presença dos requisitos do artigo 300 do Código de Processo Civil. DECISÃO PRESERVADA. AGRAVO DESPROVIDO.

 

Observe na decisão acima que a Justiça entende que o medicamento Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde, posto que o tratamento “se mostra necessário à tentativa de recuperação da saúde do paciente”, sendo “prescrito por profissional competente”, e considera que o importante é que o medicamento seja prescrito por um médico, não importando se é credenciado ou não ao plano.

 

Como um advogado especialista em planos de saúde pode me ajudar a conseguir o custeio do medicamento regorafenibe pelo plano de saúde?

Sabendo que o medicamento Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde, tendo um bom relatório médico e a prescrição do medicamento, você deve solicitar ao plano de saúde que forneça o tratamento. Caso receba uma negativa, procure um advogado especialista em planos de saúde.

 

Esse profissional terá o domínio jurídico necessário para mover uma ação em que a Justiça condene o plano de saúde Bradesco a fornecer o regorafenibe a você de forma rápida. Geralmente, em, no máximo 72 horas, o advogado especialista consegue uma liminar na Justiça garantindo seu direito de acesso ao medicamento junto ao plano Bradesco.

 

Quer saber mais sobre como garantir uma liminar na Justiça? Clique aqui!

 

Saiba que, inúmeras decisões obrigam os planos de saúde a fornecer o remédio regorafenibe (Stivarga) ao usuário. Não deixe de procurar por seus direitos na Justiça. 

 

Buscando ajuda profissional? Entre em contato com o escritório Elton Fernandes – Advocacia Especializada em Saúde e tire suas dúvidas!

 

Nossa equipe jurídica é especializada em ações contra SUS, seguros e planos de saúde, erro médico e erro odontológico e revisão de reajustes abusivos.

 

Os reajustes abusivos são umas das principais reclamações dos cientes dos planos de saúde. Mas, é possível revisá-los e, comprovada a abusividade, existe a possibilidade de revertê-los. Clique aqui e saiba como diminuir o valor da mensalidade do seu plano!

 

Não importa se seu plano de saúde é Bradesco, Sul América, Unimed, Unimed Fesp, Unimed Seguros, Central Nacional, Cassi, Cabesp, Notredame, Intermédica, Allianz, Porto Seguro, Amil, Marítima Sompo, São Cristóvão, Prevent Senior, Hap Vida ou qualquer outro plano de saúde, pois todos tem obrigação de fornecer o medicamento.

 

Se seu plano de saúde recusou qualquer procedimento ou tratamento, fale conosco. Para falar com um dos nossos especialistas, você pode enviar um e-mail para contato@eltonfernandes.com.br. Caso prefira, ligue para (11) 3141-0440 envie uma mensagem de Whatsapp para (11) 97751-4087 ou então mande sua mensagem abaixo.

 

Siga nossas redes sociais e saiba mais sobre Direito da Saúde:

Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde   Facebook     Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde Instagram    Stivarga (regorafenibe) deve ser coberto pela Bradesco Saúde Youtube

Acompanhe o Dr. Elton Fernandes, especialista em ações contra planos de saúde, na imprensa:

 Elton Fernandes no programa Mulheres            Elton Fernandes no programa Santa Receita        https://www.eltonfernandes.com.br/uploads/tinymce/uploads/Radio-justica.png

Fale com a gente