Advogado especialista em Erro Médico, Elton Fernandes é citado pelo jornal Diário de S. Paulo

Advogado especialista em Erro Médico, Elton Fernandes é citado pelo jornal Diário de S. Paulo

Número de processo por erro médico explode em todo Brasil

Na matéria desde domingo, dia 06/11 sobre o crescente número de processos por erro Médico, o jornal Diário de São Paulo trouxe matéria mostrando os crescentes números do setor e ilustrando a matéria com alguns personagens que são clientes do escritório e que aceitaram dar entrevista.

O número de processos por erro médico cresceu muito em todo país. Confira a matéria completa clicando no link abaixo

http://www.diariosp.com.br/noticia/detalhe/94348/numero-de-processos-por-erros-medicos-explode

Em um trecho da matéria, pode-se ver:

Falta clareza

Para o advogado Elton Fernandes, especialista em processos da área de saúde, o problema está na falta de informação do médico para o paciente. Ele disse acreditar que muitos profissionais não informam sobre complicações e problemas que alguma cirurgia ou tratamento podem ter.

“Medicina não é matemática e, ao meu ver, não existem doenças, mas doentes. O médico precisa entender a singularidade de cada pessoa”, explicou Fernandes.

Além disso, o advogado criticou a forma como muitos profissionais recebem seus pacientes e que é necessário dar mais atenção. “Ele precisa ser mais humano e mostrar mais preocupação.”

O que fazer quando for vítima de erro médico?

A primeira providência que o paciente deverá tomar é obter cópia de toda documentação que envolve seu caso, em especial do prontuário médico completo junto ao hospital e/ou clínica onde realizava o tratamento, bem como de todas as provas que possuir sobre o que ocorreu - e aqui vale e-mail, conversas por mensagem de celular e tudo o mais que o paciente conseguir reunir.

Converse com outros profissionais, se for preciso, para melhor entender as particularidades do seu caso e, antes de fazer qualquer denúncia ao CRM, por exemplo, procure um advogado especialista em ação de erro médico.

Isto porque, se o paciente fizer uma denúncia pouco embasada as chances do profissional ser absolvidos serão altas e o médico irá certamente se aproveitar disso para dizer na ação judicial que já foi absolvido junto seu órgão de classe.

O objetivo, claro, não é prejudicar pessoas, mas reparar direitos e obter Justiça diante do erro, inclusive não apenas punindo, mas também educando para que profissionais e Instituições redobrem o cuidado e ninguém mais volte a sofrer situações do tipo.

Procure sempre um advogado especialista em Direito da Saúde.