Erro médico: Imperfeições e flacidez após cirurgia plástica geram dano moral

Erro médico: Imperfeições e flacidez após cirurgia plástica geram dano moral

Imperfeições e flacidez após cirurgia plástica geram dano moral

 

Mais um caso de erro médico em cirurgia plástica foi julgado pela Justiça de São Paulo, condenando os médicos a indenizar a paciente pelas imperfeições e flacidez deixadas.

 

Dessa vez, uma paciente que havia procurado um médico para fazer colocação de prótese de silicone e retirada de flacidez nos seios ganhou o direito à indenização por danos morais e materiais com a devolução de tudo que havia pago, após notar que não houve melhora estética alguma com a cirurgia.

Continuar Lendo

 

Em perícia foi constatado que a paciente era portadora de prótose mamária com flacidez e excesso de pele e assimetria mamária, sendo que a mama esquerda era maior que a mama direita, mas o médico nunca a informou que mesmo após a cirurgia a flacidez poderia permanecer.

 

A perícia também avaliou que houve um aumento da assimetria mamária, o que jamais poderia ocorrer nesse tipo de cirurgia.

 

Diante da situação, a Justiça entendeu que a paciente deve ser indenizada, recebendo pelos danos morais sofridos e a restituição do que pagou ao médico.

 

RESPONSABILIDADE CIVIL - Pleito de indenização por danos materiais, morais e estéticos decorrentes de insucesso de cirurgia plástica para colocação de próteses de silicone (mamoplastia) - Sentença de procedência parcial - Condenação do réu restrito a indenizar danos materiais de R$ 7.911,00 e danos morais de R$ 20.000,00 - Irresignação das partes - Manutenção da sentença recorrida - Evidências da inadequação do resultado pelo procedimento estético realizado - Provas documentais (laudo pericial e fotografias) a demonstrar o insucesso da intervenção - Fato a denotar imperícia, negligência e imprudência do profissional que prestou o serviço (Art. 14, §4º, do CDC) - Manutenção da sanção extrapatrimonial que bem compõe a lesão experimentada - Dano patrimonial devido e limitado às despesas gastas com a cirurgia - Razoabilidade do fixado na sentença - Recursos desprovidos.

 

A advogada sócia Juliana Emiko Ioshisaqui do Escritório Elton Fernandes Especializado em Saúde e Erro Médico ainda explica que a paciente pode também pedir em casos como esse a indenização por dano estético: “Se houve piora da flacidez e da assimetria mamária, a paciente pode também pedir o pagamento de indenização por dano estético. A cirurgia meramente estética jamais pode causar situação mais gravosa àquela que a fez procurar a cirurgia”.

 

O advogado Elton Fernandes, sócio do escritório que leva seu nome, lembra que o escritório de advocacia conta inclusive com suporte de médicos que auxiliam na análise técnica do caso, possibilitando maiores chances de vitória.

 

O Escritório de Advocacia Elton Fernandes é especializado em ações de erro médico.

 

Nossos advogados são especialistas na área da saúde e, para maiores informações, entre em contato com nosso escritório através do telefone (11) 3141-0440, ou pelo Whatsapp (11) 97751-4087.

São mais de 4.000 ações judiciais
elaboradas ao longo dos anos.
Fale com a gente