Plano de saúde deve custear Ipilimumabe - Yervoy  a paciente leucemia mieloide aguda

Plano de saúde deve custear Ipilimumabe - Yervoy a paciente leucemia mieloide aguda

 Plano de saúde deve custear Ipilimumabe - Yervoy a paciente leucemia mieloide aguda

 

Pacientes com leucemia mieloide aguda, clientes deste escritório, tem obtido na Justiça o direito ao medicamento Ipilimumabe - Yervoy quando possuem recomendação médica para uso do medicamento.

 

O advogado Elton Fernandes, especislita em Direito da Saúde, explica que o rol de procedimentos da ANS é atualizado há cada 02 anos e que é um mero catálogo, uma lista geral de procedimentos que obrigatoriamente devem ser custeados pelo plano de saúde, o que não significa que os planos de saúde devem custear apenas o que está no rol da ANS, já que o rol é apenas uma parte do que os planos de saúde devem cobrir e a lei garante o fornecimento do medicamento Ipilimumabe - Yervoy.

 

Portanto, se a doença está coberta, o paciente tem direito de receber medicamentos associados à patologia, estejam ou não esses fármacos no rol de procedimentos da ANS.

 

Nesse sentido, acompanhe mais uma decisão em que o paciente portador de leucemia mielóide aguda, garantiu atarvés da Justiça o direito ao medicamento Ipilimumabe - Yervoy:

 

Continuar Lendo

 

APELAÇÃO CÍVEL. Ação de obrigação de fazer. Plano de saúde. Autor portador de leucemia mieloide aguda secundária à síndrome mielodisplástica. Recusa no fornecimento de medicamento prescrito para quimioterapia. Incidência do Código de Defesa do Consumidor. Abusividade reconhecida. Inteligência da Súmula 95 do TJSP. Insurgência em relação às astreintes que deve ser analisada com primazia pelo mm. Juízo a quo. Honorários advocatícios. Manutenção. Valor arbitrado que está condizente com o trabalho desenvolvido pelo patrono da parte. R. sentença mantida. Recurso improvido

 

Os planos de saúde tem o dever de fornecer o tratamento necessário ao segurado, considerando a proteção a vida e o direito a saúde. Inclusive, a recusa injustificada em custear o tratamento solicitado pelo médico pode gerar ao paciente dano moral. 

 

Interpretação diversa acabaria por atribuir aos convênios o poder de questionar os métodos a serem empregados pelo médico para o tratamento da doença, cuja cobertura está abrangida pelo contrato.

 

Veja também: Bradesco Saúde é condenada a custear tratamento com Botox para enxaqueca crônica

 

Com a prescrição médica para uso do medicamento Ipilimumabe - Yervoy e a negativa do plano de saúde em mãos, você poderá procurar este escritório de advocacia com urgência a fim de buscar tal direito na Justiça, através da tutela de urgência, o que pode ser garantido em 48 horas, como é de costume.

 

Com sede na Avenida Paulista, 575 - Cj. 203, na cidade de São Paulo, o escritório Elton Fernandes Sociedade de Advogados possui uma vasta rede de advogados em quase todo Brasil que pode ajudar a garantir seu direito.

 

Ficou com dúvidas? Ligue e agende sua consulta com nossos advogados no telefone 11 – 3141-0440 ou pelo whatsapp 11 – 97751-4087.

São mais de 4.000 ações judiciais
elaboradas ao longo dos anos.
Fale com a gente