Paciente com urticária crônica deve ter o remédio Xolair Omalizumabe custeado pelo plano de saúde

Paciente com urticária crônica deve ter o remédio Xolair Omalizumabe custeado pelo plano de saúde

 

Paciente com urticária crônica deve ter o remédio Xolair Omalizumabe custeado

 

Segundo o advogado especialista em plano de saúde Elton Fernandes, responsável por milhares de processos, cabe somente ao médico que acompanha o caso estabelecer qual o tratamento adequado para alcançar a cura ou amenizar os efeitos da enfermidade que acometeu o paciente e o plano de saúde não está habilitado, tampouco autorizado a limitar as alternativas possíveis para o restabelecimento da saúde do paciente, sob pena de colocar em risco a vida do consumidor.

 

Bem por isso, como lembra o profissional, todos os planos de saúde devem fornecer o medicamento Xolair - Omalizumabe.

 

Acompanhe mais uma decisão:

 

Continuar Lendo

 

AGRAVO DE INSTRUMENTO – Obrigação de Fazer – Plano de Saúde – Decisão que indeferiu o pedido de tutela antecipada – Autora portadora de grave quadro de urticária crônica – Tutela antecipada deferida para determinar que a ré forneça o medicamento Xolair (Omalizumabe) – Tratamento que deve ser custeado diretamente pelo plano dentro de sua rede credenciada nos moldes da prescrição médica – Decisão reformada - Recurso provido

 

Note-se, portanto, que não cabe à operadora do plano de saúde negar cobertura ao medicamento Xolair Omalizumabe destinado a evolução do tratamento e até uma possível cura, uma vez que planos privados de assistência à saúde não podem estabelecer quais patologias serão ou não cobertas pelo seguro e inserir tal previsão no instrumento contratual.

 

E ainda, não cabe ao plano de saúde eleger os tipos de medicamento ou tratamentos que lhes sejam mais convenientes.

 

Limitações desse tipo devem ser coibidas, pois são ilegais e baseadas no abuso do poder econômico, em detrimento da defesa e do respeito ao consumidor.

 

Não bastasse todo o sofrimento pelo qual vem passando, ainda ter que suportar o descaso da operadora de plano de saúde, que resolve negar autorização para o fornecimento do medicamento Xolair Omalizumabe, aumenta sobremaneira o sofrimento psicológico daquele que busca tratamento.

 

Havendo prescrição médica atestando a necessidade do medicamento Xolair Omalizumabe e possuindo a negativa do plano de saúde, o paciente poderá procurar este escritório de advocacia com urgência a fim de buscar tal direito na Justiça, o que pode ser garantido em 48 horas, como é de costume.

 

Com sede na Avenida Paulista, 575 - Cj. 203, na cidade de São Paulo, o escritório Elton Fernandes Sociedade de Advogados possui uma vasta rede de advogados em quase todo Brasil que pode ajudar a garantir seu direito.

 

Ficou com dúvidas? Ligue e agende sua consulta com nossos advogados no telefone 11 – 3141-0440 ou pelo whatsapp 11 – 97751-4087.

São mais de 4.000 ações judiciais
elaboradas ao longo dos anos.
Fale com a gente