Plano de saúde não pode exigir caução para cobrir cirurgia

Plano de saúde não pode exigir caução para cobrir cirurgia

Desembargador entendeu que a prestação de caução não se justifica, uma vez que a operadora recebe mensalidades, o que funciona como contraprestação pelos serviços por ela prestados.

 

O desembargador José Carlos Ferreira Alves, do TJ/SP, deferiu liminar para dispensar um beneficiário de plano de saúde de prestar caução, em antecipação de tutela, para conseguir fazer uma cirurgia. “Entendo que a prestação de caução não se justifica, tendo em vista que a agravada recebe o pagamento de mensalidades do agravante, seu segurado, que funciona como contraprestação pelos serviços por ela prestados".

 

Nos autos de da ação de obrigação de fazer, o juízo de primeira instância deferiu pedido de antecipação de tutela para determinar que a operadora do plano de saúde arcasse com as despesas de todos os materiais cirúrgicos requisitados pelo cirurgião do autor em hospital da rede credenciada da ré, no entanto, mediante a prestação de caução pelo autor.

 

O beneficiário alegou no agravo que a caução somente deveria ser aplicada para medidas cautelares, e que a exigência de prestação de caução estava constituindo óbice à realização da cirurgia prescrita. O desembargador acolheu os argumentos do agravante. Ferreira Alves pontuou que a caução é uma faculdade do juízo e o art. 461 do CPC/73 não a exige para que seja concedida a tutela especifica da obrigação.

 

    “Por fim, não vislumbro ter havido qualquer violação aos artigos 804 e 805 do Código de Processo que justifique a manutenção de sua fixação”.

 

Este escritório, cujo patrono é o advogado especialista em plano de saúde Elton Fernandes, representa o agravante no caso. Processo: 2043672-68.2016.8.26.0000. Veja a íntegra da decisão no portal Migalhas, que destaca: "Beneficiário não precisa prestar caução para que plano de saúde custeie cirurgia".

 

Nossos especialistas atuam ações contra o SUS, problemas com seguros, casos de erro médico ou odontológico, ações contra planos de saúde e casos de reajuste abusivo no plano de saúde.

 

Não importa se seu plano de saúde é Bradesco, Sul América, Unimed, Unimed Fesp, Unimed Seguros, Central Nacional, Cassi, Cabesp, Notredame, Intermédica, Allianz, Porto Seguro, Amil, Marítima Sompo, São Cristóvão, Prevent Senior, Hap Vida ou qualquer outro plano de saúde.

 

Para falar com um dos nossos especialistas, você pode enviar um e-mail para contato@eltonfernandes.com.br. Caso prefira, ligue para (11) 3141-0440 envie uma mensagem de Whatsapp para (11) 97751-4087 ou então mande sua mensagem abaixo.

 

Siga nossas redes sociais e saiba mais sobre Direito da Saúde:

Plano de saúde não pode exigir caução para cobrir cirurgia   Facebook     Plano de saúde não pode exigir caução para cobrir cirurgia Instagram    Plano de saúde não pode exigir caução para cobrir cirurgia Youtube

Acompanhe o Dr. Elton Fernandes, especialista em ações contra planos de saúde, na imprensa:

 Clique e acompanhe Elton Fernandes no programa Mulheres            Clique e acompanhe Elton Fernandes no programa Santa Receita        Clique e acompanhe Elton Fernandes na Rádio Justiça

 

Fale com a gente